domingo, 6 de junho de 2010

Uma notícia curiosa.

Pelo menos para mim, que nunca foi assistir a uma corrida de touros nem tenciono; não que seja fundamentalista do que quer que seja, simplesmente não acho piada à coisa.

De volta ao assunto, não tenho ideia se nas corridas de touros actuais o que se relata abaixo se passa ou não, nem se seria uma particularidade das corridas deste cadinho de terra à beira mar plantado. Contudo aconteceu (e acontecia regularmente pela maneira como está referenciado, numa das corridas de touros inaugurais da Praça de Touros da Boavista (mencionada num dos posts anteriores) e que reza assim:

"Na corrida de 3 de Abril houve um número cómico. O quinto touro foi destinado para o intervalo cómico. Foi protagonista desta diversão cómica, que entreteve alegremente os espectadores, o França, criatura de uma elasticidade admirável, que, vestido borlescamente, umas vezes espera o touro, e quando este insiste, vira-lhe as costas, deita-se-lhe entre as armas e deixa-se bolear por ele, outras farpea-o, mas em vez de lhe fugir, deita-se no chão e o touro passa-lhe por cima.
O vestuário e as cabriolas deste cómico personagem provocaram a hilaridade do público, que o recompensou do tempo de desenfado que lhe fizera passar, não só aplaudindo-o, mas lançando-lhe dinheiro em abundância.
O último touro reservado aos curiosos foi o remate verdadeiramente cómico da corrida.
Ao princípio nenhum curioso se animou a saltar à praça, porem depois em vez de um apareceram uns poucos. Foram numerosos os trambolhões e boleus e à força de insistir alguns ferros recebeu o touro. A maior parte deles foram-lhe metidos por um curioso, que entre outros se destingiu notavelmente, sendo vivamente aplaudido. Um acrescido número de espectadores entusiasmados saudaram-no agitando os lenços e os aplausos não tinham termo.
A concorrência foi numerosíssima. A praça tem sido melhorada, tendo-se aberto mais entradas, para galerias e colocado portas em alguns camarotes, trabalhos que ainda continuam."

Sem comentários:

Enviar um comentário